Resenha #05: O Projeto Rosie

A História


A proximidade dos 40 anos preocupa Don Tillman, que não se sente seguro com as interações sociais e nem com as mulheres. Atendendo a essa preocupação, o cientista elabora um questionário e inicia um novo projeto: O Projeto Esposa. Com esse projeto, ele procura encontrar a parceira ideal, que o aceite e atenda as suas exigências, entre elas ser pontual e não fumar.

Paralelamente a esse projeto, o geneticista conhece Rosie. Ela sempre quis encontrar seu pai, uma vez que a mãe morreu e não revelou a ela a identidade dele. Para tanto, Rosie contará com a ajuda de Don, que trabalhará simultaneamenter em dois projetos: O Projeto Esposa e o Projeto Pai.


"Porque nos focamos em certas coisas em detrimento de outras? Estamos dispostos a arriscar nossas vidas para salvar alguém de um afogamento e, no entanto, não fazemos a doação que poderia salvar dúzias de crianças da fome." (Pág: 113)

A convivência e os obstáculos que surgem para dificultar a execução do Projeto Pai, tornarão cada vez maior a intimidade entre os dois. Apesar de contrariar todos os pré-requisitos exigidos por Don, Rosie o conquistará e ele abandona o Projeto Esposa e cria o Projeto Rosie, visando conquistar o coração da moça.

Minha Leitura


O Projeto Rosie é um livro inspirador, que nos cativa e nos mostra as implicações que existem em um relacionamento, as diferenças de um casal, e o momento em que não podemos mais impedir que o amor chegue aos nossos corações. E é nesse momento, que percebemos, que na verdade, as aparências e as convenções sociais não são importantes, pois no final das contas não controlamos o que sentimos.

A escrita é maravilhosa e permite uma leitura gostosa e fácil. A narrativa, por diversas vezes, dá lugar a descrição. Narrado em 1ª pessoa, o texto reflete a forma de ver o mundo de Don, que como cientista vê tudo como objeto de estudo, levanta hipóteses e tira conclusões. Assim, o texto apresenta sequências narrativas, mas também possui muitas sequências descritivas.

"Então, naquele pequeno momento ínfimo da história do universo, ela segurou minha mão e não largou mais durante todo o trajeto até o metrô." (Pág: 236)

É importante ressaltar a relação de Don com os adjetivos. O costume de caracterizar as coisas, dar adjetivos e especificar características não passa despercebido ao leitor. Don nos apresenta novos personagens que surgem, levando em conta sua provável idade e seu I.M.C. Características físicas também são mencionadas, como quando ele fala dos seguranças de um restaurante, chamando-os de "Brutamontes 1" e "Brutamontes 2", devido as suas musculaturas, ou quando se refere a um homem que senta ao seu lado em uma partida de beisebol, e ele nos introduz o personagem como o "Fã gordo de beisebol." kkkkk


Don é um personagem atrapalhado e por conseguinte cômico, isso é reforçado quando ele adentra ao campo sentimental. Por vezes, ele apresenta características e pensamentos que denunciam um homem que não cresceu psicologicamente, o que pode ser o reflexo de sua infância cheia de problemas de interações sociais que só melhoram no momento atual, em que estamos conhecendo-o.

O ritmo da narrativa permite uma leitura objetiva, o que combina com o ritmo da vida do narrador: objetiva e regrada. No entanto, todas essa regras se desfazem por um único motivo: Don está confuso. Don está apaixonado.

"E então percebi que não havia desenvolvido aquele questionário para encontrar uma mulher que eu pudesse aceitar, mas sim para encontrar alguém capaz de me aceitar." (Pág: 261)


Adorei a ideia de ele tentar, procurar o amor, mas acabar encontrando-o em quem ele menos imaginava, e ainda pior, alguém que contradiz tudo o que Don acredita ser necessário para uma parceira em potencial. A parte negativa que destaco foi o final que li e reli e ainda assim achei meio confuso, não consegui entender o encerramento do Projeto Pai, mas o final do Projeto Rosie foi bem especificado e descrito.

E surge então mais um ponto positivo que quero destacar. Diferente de muitos livros, que acabam no "Felizes para sempre", O Projeto Rosie nos apresenta a vida do casal após ficarem juntos, como eles se ajeitaram e o que eles planejam para o futuro. Excelente maneira de encerrar um livro que se manteve no mesmo nível do começo ao fim.

"Você é a mulher mais perfeita do mundo. Todas as outras são irrelevantes. Permanentemente. Botox e implantes não serão requisitados " (Pág: 291)


Título: O Projeto Rosie
Autor: Graeme Simsion
Editora: Record
Páginas: 320
Nota: 5/5

Por favor, compartilhe!

  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

4 comentários :

  1. Achei esse livro muito engraçado e gostei da história, as vezes achei muito descritivo tornando a leitura entediante. Esse livro foi uma surpresa para mim,não queria lê-lo,uma amiga que insistiu muito para que eu lesse. Não chega a ser uma grande história,mas é ótimo para dar risada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Adrielle!

      Também adorei a leitura. De fato, a descrição é constantemente alternada com a narrativa, acredito que isso se deva a personalidade metódica de Don.

      Diversão é a palavra para esse livro. Ouvi falar que vem um segundo volume por aí, vamos esperar para ver.

      Beijos!

      Excluir
    2. Oi,
      Não sabia que poderia ver um segundo volume. É esperar e torcer para que seja tão engraçado quanto o primeiro.

      Excluir
    3. Oi, Adrielle!

      Eu também fui pego de surpresa. A informação é bem recente.

      Beijos!

      Excluir

Olá!

É sempre um prazer receber sua visita e comentário. Responderemos a sua mensagem logo que possível. Obrigado e Volte sempre! :D

Scroll to top