Li até a página 100 e... #04 - Doze Anos de Escravidão


- PRIMEIRA FRASE DA PÁGINA 100:

Ford voltou imediatamente para a casa, deixando-me sozinho de novo.”

- SINOPSE:

Narra a história real de Solomon Northup, negro americano nascido livre que, por conta de uma proposta de emprego, abandona a segurança do Norte e acaba sendo sequestrado e vendido como escravo. Durante os doze anos que se seguiram ele foi submetido a trabalhos forçados em diversas fazendas na Louisiana.

Este relato autobiográfico, publicado depois da libertação de Northup, em 1853, logo se tornou um best-seller, e hoje é reconhecido como a melhor narrativa sobre um dos períodos mais nebulosos da história dos Estados Unidos. Verdadeiro elogio à liberdade, esta obra apresenta o olhar raro de um homem que viveu na pele os horrores da escravidão.

- PRIMEIRAS IMPRESSÕES:

História forte, intensa, impactante. A riqueza de ensinamentos e exemplos só é reforçada pela narrativa feroz, determinada e impecável.

- O QUE ESTÁ ACHANDO DO PERSONAGEM PRINCIPAL:

Admirável. Northup é um personagem que enche seus olhos de lágrimas, que luta, que é destemido, que é forte e busca o direito que todos devem ter: a liberdade.

- MELHOR QUOTE ATÉ AGORA:

Ao pai todo poderoso de todos nós – do homem livre e do escravo – desabafei as súplicas de um espírito alquebrado, implorando por forças lá de cima a fim de suportar o peso de meus problemas, até que a luz da manhã acordou os que dormiam, recebendo mais um dia de servidão(Pág: 65)
- VAI CONTINUAR LENDO?

Com toda certeza. Essa é uma história que todos deveriam ler, tanto pelo relato histórico quanto pelas sensações prazerosas que ela nos dá.
- ÚLTIMA FRASE DA PÁGINA:

A essa altura Lawson já havia voltado”



O "Li até a página 100 e..." é uma coluna criada pelo Blog "Eu leio, eu conto", portanto todos os créditos do formato do questionário pertencem àquele blog. Apenas as respostas e opiniões são do Blog "Legere Oculis".

Por favor, compartilhe!

  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...

4 comentários :

  1. Eu desconhecia a existência do livro, Raimundo! Que bacana, talvez agora eu tenha coragem de conhecer de pertinho essa história. O filme é muito comentado, mas tô evitando assisti-lo... é que um amigo me falou que ele tem umas cenas bem fortes, o que ñ me agrada muito!
    Bom, vou esperar sua resenha agora! :))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Malu!

      Apesar de forte e impactante é uma leitura que vale a pena. Em breve, também verei o filme, que inclusive ganhou um Oscar.

      Logo, logo estarei publicando a resenha.

      Obrigado pela visita.

      Um Abraço!

      Excluir
  2. Oi Raimundo!
    Não conhecia essa versão com capa diferente do poster do filme. Muito mais bonita.
    Já vi mutos elogios para esse livro (e filme, claro), mas confesso que não é uma leitura que me atraia. Acho que é o tipo de leitura que tem que se estar "com espírito" para fazer e no momento não estou para tramas tão pesadas.
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mari!

      Que bom te encontrar por aqui. Na verdade, a versão é a mesma, mas vem com uma jacket do pôster do filme, Lindo, lindo & lindo! O livro é maravilhoso e realmente tem trechos que mexem demais com a gente, mas a leitura é válida, quando possível não deixe de ler.

      Obrigado pela visita e pelo comentário!

      Grande Abraço!

      Excluir

Olá!

É sempre um prazer receber sua visita e comentário. Responderemos a sua mensagem logo que possível. Obrigado e Volte sempre! :D

Scroll to top